quarta-feira, 9 de outubro de 2013

Claro, como qualquer teste, o objetivo é tentar passar nossas primeiras impressões, mas é difícil descrever; talvez essas imagens deem uma ideia do que o pessoal sentiu ao dar uma volta na montanha russa virtual usando o Rift.

Clipe com imagens divertidas de todos experimentando o óculos; inclusive com sobe som e detalhes. Dá pra fazer algo bem divertido, principalmente com os gritos da Stephanie e da Aline...e pegar um depoimento rápido de cada um.

Assim dá pra ter uma ideia melhor de quão profunda é a experiência. A sensação de imersão em outro mundo é muito interessante. Este modelo ainda é a versão para desenvolvedores, que o Ericsson e o Marcel trouxeram pra gente experimentar. Eles adquiriram o Rift por acreditar no potencial do dispositivo e já começaram a planejar aplicações interessantes para os óculos.

"Tem algumas pessoas desenvolvendo games e outras aplicações para ele. Nós estamos trabalhando em passeios virtuais, em casas, ou qualquer lugar que o cliente quiser. Mas também trabalhamos com jogos”, conta Marcel Vosylius, sócio-diretor da 8E7.

Interessante também é que o potencial do Rift vai além do entretenimento; o Rift já está sendo explorado por outros setores como educação, saúde, mercado imobiliário e outros.
"Conversamos muito com psicólogos sobre o auxílio no tratamento de fobias. Afinal, o tratamento trabalha com exposição a situação", explica Ericsson Santos, sócio-diretor da 8E7.

"Ele funciona com jogos específicos, mas também com jogos que já estão no mercado. Você consegue jogar e a sensação é muito bacana”, diz Ericsson Santos, sócio-diretor da 8E7..

FONTE olhardigital

0 Comente::