quarta-feira, 6 de novembro de 2013

Todo programa de computador é desenvolvido com linguagens específicas; e, na maioria dos casos, as empresas adotam a estratégia de não divulgar os códigos-fontes dos softwares – e, claro, cobram por esses produtos. Mas essa história vem mudando já há algum tempo...


Em meados dos anos 80, um programador do Instituto de Tecnologia de Massachussetts criou o Projeto GNU; que tinha como objetivo elaborar uma plataforma de software totalmente livre como alternativa à comercialização do conhecimento. Hoje, o chamado “Software Livre” é aquele que oferece ao usuário total liberdade de executar, distribuir, modificar e repassar alterações, sem a necessidade de pedir qualquer permissão ao criador daquele programa.



LINKS DA MATÉRIA:

0 Comente::